Viver Mais Simples

Publicado por Leticia Carneiro em 21/08/2017

Tempo inédito

Este é o tempo de novos. Um amor novo, aos quarenta e quatro anos. O luto inesperado pela partida de meu pai. Meu corpo absorve o impacto destas estreias. Conviver entre paixão e maturidade. Tristeza e aceitação. Estados paradoxais, abrindo portas desconhecidas. Criando ondas...
Samba-invenção
Publicado por Leticia Carneiro em 09/08/2017

Samba-invenção

Ouço suas músicas E quase  posso tocar seu rosto Barba por fazer   Quase vejo o sorriso Nos lábios finos   Quase escuto a piada Desajeitada   Cartola. Paulinho. Amy. Te reconheço Me surpreendo Com tanto que eu não sabia   Você é mai...
Publicado por Leticia Carneiro em 09/08/2017

Meus sentimentos

Recebo com gratidão E cautela Tantos sentimentos Quais são meus? Quais não são?   Dentro de mim Tateio o buraco Onde se entranha minha dor Só minha   Limpo a ferida Passo remédios Deixo aberta Para respirar   Meus sentimentos aquietam...
Figo
Publicado por Leticia Carneiro em 22/06/2017

Figo

Descobrir o figo Maciez e sumo Inesperados Temer perdê-lo Será somente a fruta? Ou meu coração mais doce Doçura esquecida Sob teias e teias de pensamento? Morder o figo Sem despedaçá-lo Para que se regenere Floresça Ainda mais figo, ainda mais amor
Coração Rubi
Publicado por Leticia Carneiro em 22/06/2017

Coração Rubi

Meu coração rutila Rubro Sangrento Vivo O vermelho vibra úmido Escorre sangue Quente, pulsa Meu coração Repleto de espaço Oco Oca de muitos mundos De dentro de meu ventre Sinto a mim Sinto o outro Sinto tanto Que transbordo Rio
Vida Lagarta
Publicado por Leticia Carneiro em 04/03/2017

Vida Lagarta

Mais uma vez. Irrompe de mim algo novo. A vida que se reinventa. Eu, múltiplas metamorfoses. Fênix-Borboleta. Uma nova borda. Novos desafios. O pulso dentro escoiceando rotinas. Testar os limites. Até onde ir. Até onde não ir. O coração, mais forte. As asas, mais ...
Viver em paz
Publicado por Leticia Carneiro em 20/02/2017

Viver em paz

O ano escorre suavemente. O esforço preciso, sutil. Os inesperados que nutrem. Encontros,  projetos. E a vida. Vidinha de beira de fogão,  lavar roupa, pensar no enxoval do gato por chegar. Viver mais simples cada vez mais fundo. Para além da escolha sustentável de carreira. ...
Para Eliana
Publicado por Leticia Carneiro em 07/01/2017

Para Eliana

Do deserto Nasceram tâmaras Fiz meu próprio oásis Da areia e do vento   Não me deixei soterrar Abracei as tempestades Avancei sem saber Confiando no Maior   Do deserto Dourado sol poente Fiz meu legado de flores   Nasci minhas próprias á...
Uma nova Cinderela
Publicado por Leticia Carneiro em 05/01/2017

Uma nova Cinderela

Para Silvia Chalub   Meus sapatos pela rua Descuidada Pés sensíveis Aí, encontrei meu príncipe Era meu coração Agora, a vida é meu baile
Doçura e Força
Publicado por Leticia Carneiro em 31/12/2016

Doçura e Força

Força Avançar Sem cair E se cair Levantar Persistir Lutar Expandir Mostrar as garras e os dentes   Doçura Nutrir-me Cuidar-me Amar-me Receber o tanto que mereço Crescer o espaço do desfrute Do bom Do mel Do manso   Coração vale...