Viver Mais Simples

Publicado por Leticia Carneiro em 26/02/2014

Coração Alado

Foram tempos estranhos.Dias nublados, apertos, agudezas.Dia após outro, avancei.Confiei na luz de dentro, amparei-me na luz de fora, persisti.Ao final deste mergulho, sinto-me plena de voo. Repensei caminhos, ajustei as asas.O céu brilha azul, incendiado por meus sonhos de bom tamanho e minha bús...
Publicado por Leticia Carneiro em 16/02/2014

Na madrugada fria

Nas madrugadas insones de minha vida, mergulho em minhas tristezas.Quando as coisas não são simples.  Apesar de toda a gratidão por cada passo, tenho medo, tenho dúvidas, vejo sombras.Nas madrugadas insones, ouço cada gota ácida cair no meu dentro ansioso.Rumino, devaneio, agonio-me.Ë bonito...
Publicado por Leticia Carneiro em 12/02/2014

A borda da vida

Morreu o pé de manjericão.Após anos de luta silenciosa, desistiu.Mataram-no o calor escorchante, o desatento regar, a terra cansada, o tempo certo de existir de um manjericão.Tudo isso e, ainda assim, doeu-me.Mirar assim a borda das coisas.Há limite para o corpo e para vida, preciso aprender a ac...
Publicado por Leticia Carneiro em 10/02/2014

Quando não há mais nada a fazer

Há vezes onde já esgotamos o repertório do que podemos fazer a respeito de algo que nos preocupa.Esbarramos naquele abismo impossível de ultrapassar: o que não está a nosso alcance.Nada nos resta, a não ser ficar com nosso medo, nossa tristeza, nossa espera.Silenciosa espera, tão aguda por dentro...